terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Do tesouro

Parece que só conseguimos entender o sofrimento.
Temos uma capacidade incrível em detectar dores, remorsos, feridas. Não percebemos que a vida é equilíbrio, e que os milagres que passam despercebidos podem nos ajudar muito.
Que pena: Deus quer nos dar, e nós não conseguimos receber.
É preciso acostumar os olhos também para a beleza; porque ela é silenciosa, e só está disponível para o homem de boa vontade com a vida.
A árvore estava tão cheia de maçãs, que seus galhos não conseguiam se mexer com o vento.
“Por que não fazes barulho?”, perguntou alguém. “Meus frutos são minha melhor propaganda”, respondeu a árvore.
Provérbio citado em literatura árabe


Postado por Paulo Coelho em 16 de Dezembro de 2008 às 00:15 no blog do G1.
Ocorreu um erro neste gadget